Casos » 2008  


2013-08-05

Andreu Carvalho - Degase

No dia 1º de Janeiro de 2011, Deize Silva de Carvalho passou, pela terceira vez, um réveillon diferente dos demais. Seu, filho, Andreu Luis da Silva de Carvalho, foi barbaramente assassinado nas dependências do CTR (Centro de Triagem) por seis agentes do Degase (Departamento Geral de Ações Sócio-Educativas), uma instituição destinada a “ressocializar jovens” sob custódia do Estado, no dia 1º de Janeiro de 2008.

more

2008-12-16
Source: Fazendo Média

Matheus Rodrigues - Maré

Hoje (5/12) por volta das 10h, Matheus Rodrigues, de 8 anos, foi sepultado. Moradores e familiares inconformados levaram cartazes protestando o descaso, a falta de políticas públicas de segurança pública do Rio de Janeiro, outros vestiram a camisa do “Movimento Pela Vida Contra o Extermínio”.

more

2008-09-06

Oldemar Pablo Escola de Faria - São Gonçalo

No dia 06/09/2008 acontecia uma festa na Casa de Show Aldeia Velha, em São Gonçalo, cuja proprietária é Alexandra Durão de Barros Pereira, esposa do tenente da Polícia Militar Carlos Henrique Figueiredo Pereira, que atua como “segurança” no local. Entre 20:00 e 21:00 começou uma briga no salão, os envolvidos foram postos para fora mas o tumulto continuou e a festa parou. Muita gente foi para o lado de fora, inclusive o tenente, que irresponsavelmente atirou para o alto, assustando todos e levando a maioria a deitar no chão.

O tenente então, com arma em punho, avançou contra e agrediu um rapaz que gritou: “meu pai é polícia!” , ao que o tenente Carlos Henrique respondeu: “polícia nada”; e disparou pelo menos outro tiro (algumas testemunhas falam em dois tiros), agora em direção ao rapaz, que esquivou-se mas assim mesmo foi atingido de raspão no braço. Pelo menos um tiro atingiu na cabeça Oldemar Pablo Escola de Faria, 17 anos, que estava na festa com a namorada.

more

2008-06-14

David Wilson Florêncio da Silva, Wellington Gonzaga da Costa Ferreira e Marcos Paulo Rodrigues Campos - Providência

No dia 14 de junho de 2008, três jovens, David Wilson Florêncio da Silva, 24 anos; Wellington Gonzaga da Costa Ferreira, 19 anos; e Marcos Paulo Rodrigues Campos, 17 anos, moradores da favela da Providência (Centro) foram assassinados, após terem sido presos e entregues por 11 militares do Exército a traficantes do morro da Mineira (Centro). O Exército atuava na favela no projeto Cimento Social (reforma de fachadas de casas), do senador e então candidato a prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB – Partido Republicano Brasileiro). O fato gerou grande comoção pública e protestos seguidos da comunidade. O delegado Ricardo Dominguez Pereira (4º DP) após ouvir os familiares das vítimas, testemunhas e uma senhora de idade que relatou o fato e posteriormente os próprios militares, percebeu que estava diante de um caso extremamente grave e pediu a prisão temporária dos envolvidos: o tenente Vinicius Ghidetti de Moraes Andrade, que comandava Leandro Maia Bueno, José Ricardo Rodrigues de Araújo, Bruno Eduardo de Fatima, Renato de Oliveira Alves, Júlio de Oliveira Ré, Rafael Cunha da Costa Sá, Sidney de Oliveira Barros, Fabiano Eloi dos Santos, Samuel de Souza Oliveira e Eduardo Pereira de Oliveira.

more

2008-05-23

Jackson Tibúrcio de Lemos – Jacarezinho

Em 25/03/2008, por volta das 12h, um blindado (“caveirão”) do 3o BPM, com vários policiais, entrou na favela do Jacarezinho e, na localidade conhecida como Areal, atiraram contra supostos traficantes que ali se encontravam. Os supostos criminosos correram. Os policiais mandaram várias pessoas que se encontravam na rua, entre eles Jackson (25 anos) “entrarem para suas casas”, e continuaram a operação na favela. Jackson, no momento dos tiros, ou um pouco antes, havia passado numa vendinha para comprar biscoitos e refrigerante, sozinho.

Por volta das 15:30h, 4 dos mesmos policiais voltaram a encontrar Jackson, o detiveram e o levaram para o Beco da Zélia, juntamente com outro rapaz. Poucos minutos depois reapareceram com dois corpos enrolados em lençóis, que foram postos no caveirão, depois em outra viatura e levados para o Hospital Salgado Filho, sem identidade. Os policiais lavraram Auto de Resistência na 25a DP, alegando que Jackson e o outro rapaz estavam armados e haviam trocado tiros com eles. As testemunhas moradoras da favela, que não querem se identificar por medo de represálias, têm entretanto uma versão completamente diferente.

more

2008-04-28

Thiago Henry Siqueira Oazen - Jacarepaguá

O estudante de Direito Thiago Oazen, 19 anos, havia ido a um baile no Castelo das Pedras, situado na favela Rio das Pedras, em Jacarepaguá, no dia 27/04/2008, e saiu na madrugada do dia 28 junto com outros seis amigos, em cinco motos. Por volta das 3h, o grupo cruzou na Estrada de Jacarepaguá, na Freguesia, com uma viatura do do Grupamento de Policiamento em Áreas Especiais (Gpae) do Rio das Pedras, que vinha sem sentido contrário (o Gpae, recentemente extinto na PM, era um destacamento de policiamento estritamente local, logo a essa hora deveria estar na favela, e não patrulhando distante).

A viatura, ocupada por três PMs, retornou e passou a perseguir as motos com a sirene ligada. Os amigos pararam, com exceção de Thiago, que estava sem a carteira de habilitação provisória. Os PMs passaram a perseguir a moto de Thiago e seus amigos ouviram tiros. Seguiram e na altura da Rua Tirol encontram a moto coberta de sangue. Uma testemunha ouvida posteriormente disse que viu Thiago parado ao lado da moto e um dos policiais atirou em sua cabeça.

Os PMs Fábio Aloízio Moreira Micas Montes, Júlio César da Silva e Luiz Carlos Cerqueira Ribeiro deixaram o corpo de Thiago no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, uma hora depois, sem identificação. Investigações posteriores da 41a DP (Tanque), inclusive a partir do relatório do GPS da viatura, mostraram que os PMs colocaram o corpo no porta-malas da viatura, seguiram em sentido contrário ao hospital, pararam por cerca de 22 minutos na favela Rio das Pedras (que há muitos anos é dominada por grupos paramilitares formados principalmente por policiais e ex-oficiais) e só então dirigiram-se ao Lourenço Jorge. Do ponto onde atiraram em Thiago até o hospital, chega-se em no máximo 15 minutos.

more

2008-04-05

Michel Antônio de Oliveira da Silva - Ramos

Há dois anos, no dia 05 de abril de 2008, desaparecia, na Praia de Ramos, Michel Antônio de Oliveira da Silva. Michel, 20 anos, era ajudante de caminhão e às vezes também trabalhava com sua mãe em um estacionamento, como guardador de carros e tinha uma filha pequena. Foi torturado, morto e teve o corpo desaparecido por milicianos de Ramos. Há relatos de moradores e familiares de vítimas de que há uma grande quantidade de pessoas desaparecidas em Ramos em razão da ação de milicianos. O silenciamento imposto pelos milicianos impede que muitos familiares possam denunciar os casos.

more

2008-01-10

Wesley Damião da Silva Saturnino Barreto - Jacarezinho

Na quarta-feira, 10/01, uma operação policial na favela do Jacarezinho, que começou por volta das 8hs, provocou a morte de 6 pessoas, incluindo Wesley Damião da Silva Saturnino Barreto, de apenas três anos. Esta ação policial contou com cerca de 60 policiais do Bope, 3º BPM e 22º BPM, e foi dirigida pessoalmente pelo comandante do 3º BPM, Ten. Cel. Marcos Alexandre Santos de Almeida. As explicações quanto ao motivo da operação ficaram confusas, apenas ficando esclarecida quando a imprensa já noticiava a morte de Wesley, que a operação destinava-se a retirar barreiras montadas pelo tráfico em diversas ruas do Jacarezinho.

more